sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Vitor Frias Martins


UNDERGROUND CONTEMPORÂNEO

ARTE CONCEITUAL


Visite as Exposições,

Marque uma visita,

Conheça as Obras!



Vitor Frias, quem?

Estudante dos Fenômenos das Artes, 
da Comunicação e 
da Interação

Preocupado com:
Implicações Sociais
Instintos
Psiquê
Razão e Emoção
Estética e Caos

Artista Visual


Vitor Frias Martins develops the drawing and the painting since his thirteen years old. He participated of several expositions and won some prizes as Gold Medal of Detach by Jury os Press in an exposition of ABD at ABL, Rio de Janeiro, when he was fifteen years old. He also was the newest chosen artist to participate of the First Biennial of Petrópolis and Serra, at Quitandinha Palace, in Petrópolis, Rio de Janeiro. His works developed an analytical and critic power. His themes ennobled. He developed pictorial own characteristics and a strong and marked lines. He treats the post-contemporary and dialogues with conscience and questioning. He is a Student of the Social Communication Area, and followed a course of Studies in Fine Arts, Esthetic, Photography, Psychology, Cinema and Art Direction. Vitor has the Honorific Title of the Gentleman of Order by The Brazilian Association of Drawing and Visual Arts (ABD). He works with traditional techniques and the modern digital tools. He has projects of Art in Community or Communitarian Art, of Art in the Streets and of Scenery to Theater and Dancing. His works are also showed in T-shirts, mugs, Key rings, slippers, among other objects.   




"Somos aquilo que fazemos enquanto ninguém olha."


Sthefany Alencar



"Somos o que pensamos Não o que pensamos ser."


koppe



Auto-retrato Foto manipulada Vitor Frias Martins






Da série Retratos e Auto retratos
Fotografia Manipulada com interferência digital 2015
VITOR 4 por Vitor Frias Martins




Nossos princípios, tudo aquilo que aprendemos de nossos pais, nossa bagagem cultural, nossas experiências de vida e o que tiramos delas - O hipertexto Vitor Frias Martins

Hiper-texto e outras coisinhas...
Lembro quando ouvi o termo pela primeira vez, e depois aprofundando nas aulas de filosofia de nietzsche e de psicologia para defender a carga de preceitos e experiências que nos criam como pessoas
Buscando nos entender como criaturas não nos observamos como criação e nos tornamos consumidores e produtos da industria pós contemporanea...

Vitor Frias Martins
http://vitorfrias.blogspot.com.br/2012/12/semiotica.html


video


Breve Apresentação

Vitor desenvolve o desenho e a pintura desde os 13 anos tendo participado de várias exposições e ganhado alguns prêmios tal como a Medalha de Destaque em Ouro por Júri de Imprensa numa exposição da ABD na ABI, Rio de Janeiro, com 15 anos. Também foi o artista mais novo a ser selecionado para participar da Primeira Bienal de Petrópolis e Serra, no Palácio Quitandinha, Petrópolis, RJ.

Com 13 anos começou a frequentar o Ateliê Moxito, da Artista Glória Gomez. È estudante da área de Comunicação Social, cursou Disciplinas de Belas Artes, Estética, Fotografia, Psicologia, Cinema e Direção de Arte.
Nasceu em Petrópolis, morou em Oxford (UK), Rio de Janeiro, Juiz de Fora e atualmente tem Ateliê em Corrêas, Petrópolis.
É membro da Associação dos Artistas Plásticos de Petrópolis.
Possui o Título Honorífico de Cavaleiro da Ordem pela ABD, Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais, pela contribuição nas Artes e na Cultura.
Tem Obras em Coleções no Brasil e no Exterior, Públicas e Privadas.
Tem Obra no Acervo da Fundação Mário Peixoto, Museu Municipal de Mangaratiba, Mangaratiba, RJ.
Tem Obras Publicadas no Livro Comemorativo dos 70 Anos da ABD, Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais, uma das primeiras do segmento no Brasil.
Tem Obra Publicada na Agenda 2014 da ABD.
Tem Obras Publicadas em diversos Jornais e Portais de Notícias na Internet.


O Artista esta cadastrado nos principais catálogos eletrônicos do meio artístico, do Brasil e do Mundo.
Também se dedica a Literatura, a Fotografia e ao Cinema, tendo publicado um livro e assinado a direção de Arte de um Curta Universitário

Mantém e desenvolve a Atividade Artística, trabalhando com Artes Visuais, desenho com grafite, desenho com nanquim, aquarela, pintura à óleo, pintura acrílica, e técnicas de relevo e, ou, experimentações com outra tintas.
É conhecido por usar Cimento, Pigmento de Minérios, Tinta em Pigmento, Cera de Velas, Tintura de Cabelo e Esmaltes de Unhas; usar tudo como material, tudo misturado na criação.
Seus trabalhos desenvolveram poder analítico e crítico, seus temas enobreceram, desenvolveu características pictóricas próprias e um estilo forte e marcante. Um grande colorista e um desenhista de traços marcados. Trata questões da psique e dos sentidos. Trata o público e o privado. Trás o pós-contemporâneo e dialoga com consciência e problematização.
Trabalha com as técnicas tradicionais e as modernas ferramentas digitais, como arte digital, arte gráfica e foto-manipulação.




Tem projetos de Arte em Comunidade ou Arte Comunitária.
Tem projetos de Arte na Rua.
Tem projetos de Cenário para Teatro e Dança.
O Artista vem hoje explorando as mídias eletrônicas e divulgando seu trabalho na internet e em mídias alternativas. Seus trabalhos vêm sendo apresentados também em FineArte, Capinhas de Celular, Cadernos, Camisetas, Canecas, Chaveiros, Chinelos entre outros.


Exposições:


Coletiva - 2001 - Primeira Feira de Talentos do Instituto Educacional Professor Alaor - Itaipava - O Artista ganhou o Primeiro Lugar em Artes Plásticas, e o Segundo Lugar em Fotografia e em Literatura / Poesia - Itaipava - RJ.
Coletiva – 2002 – Salão Municipal de Juiz de Fora – Prêmio de Menção Honrosa – Sociedade de Belas Artes Antônio Parreras – Juiz de Fora – MG
Coletiva – 2002 – VI Salão Feirense de Artes Plásticas – Menção Honrosa Especial - Júri Popular - Casa da Feira e Terras de Santa Maria – Rio de Janeiro – RJ
Coletiva – Salão Primaveril – Sociedade de Belas Artes Antônio Parreras – Juiz de Fora - MG
Coletiva – Primeira Bienal de Petrópolis e Serra – 2003 - Palácio Quitandinha – Hotel Quitandinha – Petrópolis – RJ
Individual – 2003 – Corrêas Plaza Center – Petrópolis – RJ.
Clube Naval – 2003 – Rio de Janeiro – RJ
Coletiva – 2003 – ABD  na Associação Brasileira de Imprensa – Prêmio de Medalha de Bronze e Prêmio de Destaque em Ouro pelo Júri da Imprensa – Rio de Janeiro – RJ
Individual – 2004 até 2006 – Exposição no Ateliê / Casa do Artista, Próximo ao Maracanã – Rio de Janeiro – RJ.
Individual – 2008 até 2010 – Exposição no Ateliê / Casa do Artista, Próximo ao Shopping Cascatinha e ao Estrela Sul – Juiz de Fora – MG.
Coletiva – 2012 – 2013 – AAPP, Associação dos Artistas Plásticos de Petrópolis, e ISCA, Instituto Samambaia de Ciência Ambiental.
Coletiva “Pinceladas de Cor” – 2013 – da Associação dos Artistas Plásticos de Petrópolis, AAPP, junto com desfile de Modas da Grife ASSOJYÔ, Associação Jean Yves Olichon que ajuda meninas vítimas de ofensa sexual, violência física e /ou moral, abandono, etc. – 2013 - Instituto Samambaia de Ciência Ambiental – Fazenda Samambaia – Petrópolis – RJ
Coletiva “Mostra da Associação Brasileira de Desenhos e Artes Visuais – ABD – Comemorativa dos 170 Anos de Petrópolis – 2013 - Centro de Cultura Raul de Leoni – Petrópolis – RJ. Nesta Exposição o Artista recebeu o “Título Honorífico de Cavaleiro da Ordem” da ABD, Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais, pelas ações, projetos e produção em Arte e Cultura.
Individual – “Welcome to Jardim das Delícias” – 2013 - Museu de Mangaratiba – Fundação Mário Peixoto – Solar Barão de Sahy – Mangaratiba – RJ.
Coletiva “Intercâmbio Serra & Mar” – 2013 – AAPP e Coletivo Cultural Araruama – O Artista foi um dos responsáveis pela construção do Projeto – Centro de Cultura Raul de Leoni – Petrópolis – RJ.
Coletiva – 2013 – Casa do Barão de Santa Tereza – 1ª Bienal Internacional de Ocupação Urbana / “23a Arte de Portas Abertas” – Santa Tereza – Rio de Janeiro.
Participação na Publicação do Livro Comemorativo dos 70 Anos da ABD - 2013 - Museu Conde de Linhares - Museu Militar - Rio de Janeiro - RJ.

Publicações

Anuário 70 Anos da Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais – ABD - Editora ArtClub


Onde encontrar os Anuários: Livrarias Cultura, Livraria Savassi, Casa do Artista, Livraria Saraiva, Livraria Travessa, Molduras & Cia Aleixo, Livraria Usina das Artes, ArtClub.

O Artista tem obras publicadas em Jornais.

O Artista esta cadastrado nos principais catálogos eletrônicos do meio artístico, do Brasil e do Mundo.




Breve CURRÍCULO


Victor Frias Martins Gere el dibujo y la pintura desde sus trece años de edad. Participó de varias exposiciones y ganó algunos premios de la Medalla de Oro de Separar por Jurado Press en una exposición de ABD en ABL, Río de Janeiro, cuando tenía quince años. También fue el más nuevo artista elegido para participar de la Primera Bienal de Petrópolis y Serra, en el Palacio Quitandinha, en Petrópolis, Río de Janeiro. Sus obras desarrollaron un poder analítico y crítico. Sus temas ennoblecidos. Desarrolló propias características pictóricas y unas líneas fuertes y marcados. Trata a la post-contemporánea y diálogos con la conciencia y el cuestionamiento. Él es un estudiante de la Área de Comunicación Social, y siguió el curso de estudios en Bellas Artes, Estética, Fotografía, Psicología, Cine y Dirección de Arte. Vitor tiene el título honorífico de El Señor de la Orden por la Asociación Brasileña de Dibujo y Artes Visuales (ABD). Él trabaja con las técnicas tradicionales y las herramientas digitales modernas. Tiene proyectos de arte en la comunidad o Arte Comunitario, de Arte en las Calles de Paisajes y al teatro y baile. Sus obras se mostró también en las camisetas, tazas, llaveros, zapatillas, entre otros objetos.   

Victor Frias Martins Gere il disegno e la pittura da quando i suoi tredici anni. Ha partecipato a diverse mostre e ha vinto alcuni premi la medaglia d'oro di Detach di Giuria Stampa in un'esposizione di ABD a ABL, Rio de Janeiro, quando aveva quindici anni. Anche lui era l'ultimo artista scelto a partecipare della Prima Biennale di Petropolis e Serra, a Quitandinha Palace, a Petropolis, Rio de Janeiro. Le sue opere hanno sviluppato un potere analitico e critico. I suoi temi nobilitati. Ha sviluppato caratteristiche proprie pittoriche ea linee forti e marcati. Tratta il post-moderno e dialoghi con coscienza e interrogatorio. E 'uno studente dell'Area Comunicazione Sociale, e seguito il corso di studi in Belle Arti, Estetica, Fotografia, Psicologia, Cinema e Art Direction. Vitor ha il titolo onorifico di Gentleman dell'Ordine dall'Associazione Brasiliana di Disegno e Arti Visive (ABD). Collabora con tecniche tradizionali e gli strumenti digitali moderni. Ha progetti di arte in arte Comunitaria, di Art in the Streets di paesaggi o comunitari o al teatro e danza. Le sue opere sono illustrati anche in T-shirt, tazze, portachiavi, pantofole, tra gli altri oggetti.   



Catedral de São Pedro de Alcântara OST 2001 - Participação na Primeira Bienal de Petrópolis e Serra, Menção Honrosa no Salão Municipal da SBAAP de Juiz de Fora e Menção Honrosa pela ABD



Obra Cadastrada no Livro Comemorativo dos 70 Anos da ABD




(DETALHE)

Ramalhete de Rosas Brancas OST 2001 Prêmio de Medalha de Bronze pela ABD e Prêmio de Destaque em Ouro por Júri de Imprensa em Salão da ABD na Associação Brasileira de Imprensa, ABD-RJ

Obra Cadastrada no Livro Comemorativo dos 70 Anos da ABD




Querubins
Ano 2003
Técnica Óleo s/ Tela
Dimensões 40 x 50 cm
Artista: Vitor Frias Martins



Maternidade
Ano: 2002 - 2003
Técnica: Óleo s/ Tela

Artista: Vitor Frias Martins

Algumas Obras


Evolução para além da técnica, aspectos próprios, linguagem e conceito,

Evolução do pensamento Artístico em algumas Obras



Algumas Obras Disponíveis para Venda ; To Sell


Campo de Flores com Caveiras - Série Vudu Vitor Frias Martins



Cidade - 2013 Acrílico e Têmpera sobre Canson com pptr frances colorido, fundo anti mofo, moldura e vidro

SOLD


Borboletas 2014


Percurso, Jardim da Vida - AST - Vitor Frias Martins





Censura e Corrupção no Jardim dos Signos - Mista s/ Canson
Vitor Frias Martins


O Vento - calça azul no varal _ Pigmentos Minerais, Cimento, Tintura de Cabelo, Tinta Luminosa, Tinta Acrílica, Têmpera - Vitor Frias Martins


De Amor e Amizade - Tintura de Cabelos, Esmaltes de Unha, Acrílico e Têmpera s/ Canson 2013 Vitor Frias Martins



Love case - play it hard, tango cancion 2013
Acrílica, tempera e esmalte s/ canson 34 x 48 cm 
Vitor Frias Martins


Jardim - 34 x 48cm Têmpera s/ Canson Vitor Frias Martins


Caminhando no bosque - Abstração Lírica 34 x 48cm 
Têmpera s/ Canson 
Vitor Frias Martins


Flor - Têmpera s/ Canson 48 x 34 cm Vitor Frias Martins


Vaso de Flores - Têmpera s/ Canson
2014
Vitor Frias Martins




        



Mídia
Registros Fotográficos












Arte de Portas Abertas, 2013



Vitor Frias Martins no Arte de Portas Abertas, 2013, em Santa Teresa.

O “Arte de Portas Abertas” transforma, desde 1995, o bairro de Santa Teresa, no Rio de Janeiro, em uma grande mostra de artes visuais. Artistas ocupam as diversas galerias, ateliês e espaços culturais espalhados pelas ruas de Santa Teresa de forma independente. Aliado ao charme, ótimos restaurantes e ao valor arquitetônico do bairro, o evento é um prato cheio para quem quer unir arte e gastronomia.

O Arte de Portas Abertas tornou-se um evento único no calendário cultural da cidade. Entre os dias 17 e 18, sábado e domingo, das 11 às 18hs, serão 35 ateliês abertos e mais de 50 artistas cobrindo todo o perímetro do bairro, em seus próprios locais de trabalho ou exposições em cinco centros culturais, além dos 22 restaurantes e lojas que participam do evento.
Com uma produção diversificada e utilização de diferentes conceitos e materiais, estarão expostos gravuras, desenhos, pinturas, aquarelas, esculturas, fotografias, cerâmicas, infoarte, designs, objetos, maquetes, instalações e arte popular. Uma oportunidade ímpar para conhecer os artistas, ver de perto seus trabalhos nas oficinas onde são concebidos e produzidos e, ainda, conversar e descobrir um pouco mais sobre o seu universo de trabalho e seu estilo de vida.
O Arte de Portas Abertas conta com um público estimado de 30.000 visitantes. Ruas e ladeiras recebem os visitantes que se multiplicam enquanto os ateliês abrem suas portas. Fruto da articulação de artistas e moradores, o projeto cresceu no decorrer dos anos impulsionando de maneira decisiva uma renovação urbana e social no bairro. Hoje Santa Teresa é reconhecida em grande parte do país como um pólo gerador de cultura pela concentração e produção de mais de 50 ateliês, três museus e inúmeros centros culturais com programação permanente. Em 2013 o evento chega a sua 23ª edição e integra a série de comemorações aos 10 anos da Associação dos Artistas Visuais de Santa Teresa.







Livro e Agenda Comemorativos de 70 Anos da ABD
O Artista Vitor Frias Martins, teve 4 páginas e meia dedicadas a seu Trabalho.





Livro e Agenda Comemorativos da ABD - A Primeira Associação de Desenho do País e uma das primeiras das Artes Visuais, com sede no Rio de Janeiro e hoje tem filiais em outros países. Teve Grandes Nomes, como J Carlos, Benedito Luizi, Bustamente Sá, Quaglia, entre vários outros nomes que se destacaram na Arte Brasileira. É uma honra para mim fazer parte do Livro e da Agenda Comemorativos da Entidade, que esta simplesmente lindo!




Obra disponível para venda!

Quase 1.500 acessos ao meu perfil em alguns meses, obrigado amigos!

http://fineartamerica.com/profiles/vitor-friasmartins.html


Só hoje eu percebi que um Trabalho que postei foi utilizado para ilustrar a comunidade Artistas Plásticos do Brasil, fico muito feliz por isso, em meio a tantos trabalhos lindos e tantos artistas talentosos, eu fico sem palavras. Muito Obrigado!





Poesias de Amor, Desejo e Morte, publicado em 2002 e registrado na Biblioteca Nacional, trás na capa uma bela aquarela da Artista Glória Gomez e no conteúdo uma coletânea de poesias de adolescente. O livro foi escrito por volta de 1997 e 1999 como cadernos de Exercício e de desabafo e é extremamente influenciado pelo romantismo, contento, no entanto, algumas poesias com som simbolista, e alguns temas de cunho social, mas é na sua maioria, romântico. No fim deste breve diário de exercícios desabafos poéticos, ainda há uma seleção  de provérbios e falas  com nomes como Carlos Drummond de Andrade, Tennessee Williams e Bertrand Russel, entre outros. Por vezes é uma boa Obra para se ler homeopaticamente em noites de recordação e solidão.


Solar Barão de Sahy - Mangaratiba - RJ


Vitor Frias Martins assinando a Obra "Pecado Original" que agora faz parte do acervo do Museu de Mangaratiba, da Fundação Mário Peixoto.

Obra registrada no Livro dos 70 anos da ABD, a Primeira Associação de Desenho do País e uma das primeiras das Artes Visuais, com sede no Rio de Janeiro, pela Editora ArtClub — em Fundação Mário Peixoto.



Vitor Frias Martins com o Artista e Curador Jorge Nathureza.na Exposição Welcome to Jardim das Delícias, Museu Municipal de Mangaratiba — com Jorge Nathureza em Fundação Mário Peixoto.




Arte sem preconceito e para todo o público, Arte que faz pensar, metafórica e conceitual. Para além do tempo e dos padrões... Adoro essa foto, essa senhora visitou uma Exposição minha na Fundação Mário Peixoto, e essa foto é um registro de que mesmo uma senhora pode ter a mente aberta, curiosa e jovem, que Arte é para todos, sem preconceito!
So How to Kill Butterflys – Sob como se matar borboletas!
Vitor Frias Martins, técnica mista, com Tinta Óleo, Acrílica, Têmpera, Hidrocor, Stencil e até Vela Derretida para dar um toque romântico ou sadomasoquista, 100 X 80 cm. 2003
Obra Cadastrada no Livro Comemorativo dos 70 Anos da ABD
A Homeopatia das coisas, a metáfora, a derivação e a mutação. Como em Oscar Wilde a influência do imaterial. O meio e o hipertexto da psicologia. "So how to kill butterflys", Sob como se matar borboletas, fala da perda da pureza, das alterações práticas que a vida e o mundo vão causando. Inicialmente uma madona clássica, em estilo e técnica, e a corrupção do meio com multi alterações. A obra trabalha com símbolos pictóricos de semiologia, como a faca, a cortina, a banana, a mão e o tracejado, ao mesmo tempo, os símbolos tradicionais do trabalho de Vitor, a leitura circular, as linhas, as pinceladas marcadas. Alguns elementos só podem ser observados com atenção. É uma obra com grande valor estético, apesar do peso das cores e dos temas. A mão no estilo grafitado para alem das alusões é a mão do autor e serve indiretamente como assinatura também.


Vaso de Flores Azul em Mesa Azul
2013 AST Vitor Frias Martins
Coleção Particular - França.

Foto tirada durante o Arte de Portas Abertas 23a Edição em Santa Tereza e a Primeira Edição da Bienal Internacional de Ocupação Pública, na Casa do Barão.

A Obra foi vendida e está com um colecionador da França.


LOVE - Pigmento Mineral, Acrílico e Têmpera s/ Tela, com Aplicação de material de construção.

Obra vendida para Berlin no evento!







Durante as Manifestações em Petrópolis, mais de 10 000 nas ruas!


Recendo o Título de "Cavaleiro da Ordem" da Presidente da Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais, Marly Bárbara (2013)



Livro e Agenda Comemorativos da ABD - A Primeira Associação de Desenho do País e uma das primeiras das Artes Visuais, com sede no Rio de Janeiro e hoje com filiais em outros países.
Teve Grandes Nomes, como J Carlos, Benedito Luizi, Bustamante Sá, Guinard, Quaglia, entre vários outros nomes que se destacaram na Arte Brasileira.
É uma honra para mim fazer parte! O Livro e a Agenda Comemorativos da Associação estão simplesmente lindos!

Onde encontrar: Livrarias Cultura, Livraria Savassi, Casa do Artista, Livraria Saraiva, Livraria Travessa, Molduras & Cia Aleixo, Livraria Usina das Artes, Sede da ABD na Tijuca, ArtClub.





Com vários Artistas da Associação de Artistas Plásticos de Petrópolis, AAPP, entre eles, Letícia Belem, presidente da AAPP, Eugênio Fernandes, Gladys Barrenechea, Martha Bulgarelli, responsável pelos Salões de Arte do Rotary Club de Petrópolis, e, a curadora Tânia Leal.
No Centro de Cultura Raul de Leoni - Petrópolis - RJ.


Com a curadora Tânia Leal, Galeria Aloisio Magalhães, no Centro de Cultura, Petrópolis
   

No Ateliê do Artista Plástico Paulo Mendes Faria.



Caminito

Caminito La Boca em Caminito - La Boca - Argentina 2014


Caricatura minha criada pelo Sr. "Oscarito" do La Boca, um dos mais antigos Artistas do Bairro Caminito - La Boca - Buenos Aires - Argentina.



© copyright by João Vitor Frias Martins
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO ARTISTA
Reprodução total ou parcial somente com autorização


"Arte é uma Expressão; é criação e necessidade da mesma; é crítica e problematização; é a busca estética em meio ao caos. é comunicação e análise de sensações, idéias e vivências."

Vitor Frias Martins - 2013


"A ARTE É UM IMPORTANTE INSTRUMENTO PARA A EDUCAÇÃO DAS PESSOAS! PARA A MELHORIA DO SEU INTELECTO, SUA PERCEPÇÃO DE MUNDO, MANEIRA DE AGIR E PENSAR EM CIDADANIA E SOCIEDADE."

Vitor Frias Martins - 2013


"É obrigação do Artista comunicar, é parte dele. Comunicar o caos interior ou os enfrentamentos externos, ou vice-versa. Pautar com substância,com os recursos de imagem. E produzir pela interpretação alheia novas informações a serem dialogadas e para interagir."

Vitor Frias Martins